O BUDISMO NA CHINA

O buda, que significa “O esclarecido, é o título conferido a um príncipe indiano chamado Siddharta nasceu num pequeno reino da Índia, mais ou menos em 560 a.C. O pai o criou com muito luxo e conforto, mas não permitia que ele tivesse muito conhecimento de muita coisa que acontecia fora de

sua casa. Sendo assim, Siddharta não tinha idéia do sofrimento e das dificuldades das outras pessoas. Porém, certo dia, ele saiu de casa e viu alguns camponeses arando a terra. Siddharta comoveu-se até as lágrimas com o peso do trabalho do camponês, dos bois e até com a morte dos insetos e vermes sob o arado. Resolveu sair de casa e sofrer fome e dor enquanto pensava num meio de eliminar todo o sofrimento do povo.

Finalmente chegou à conclusão de que tanto os extremo da dor quanto os do prazer eram errados. A salvação estava em seguir o “meio termo”, não sendo egoísta, ambicioso, nem desejando possuir bens materiais. Começou a ensinar suas idéias aos indianos. Depois de sua morte , seus discípulos continuaram a pregação. Assim surgiu uma nova religião, o budismo. Hoje o budismo é uma das religiões mais disseminadas pelo mundo todo.

Quando teve início o comércio entre a China e a Índia, durante a dinastia Han (206 a.C. –220d.C.), o budismo começou a influenciar os chineses. Porém a idéia de sair de casa para ser monge, abandonando os pais, era pecado, segundo a pregação de Confúcio*. Mesmo assim, durante a dinastia Táng (618d.C.) a religião indiana já havia conquistado muitos adeptos. Um deles era Hsuan-tsang. Depois de aprender tudo o que era possível sobre o budismo na China, ele resolveu ir à Índia para ler alguns textos que não existiam no seu país. Voltou quinze anos depois com várias obras budistas traduzidas por ele para o chinês. Isso ajudou os chineses a compreender a nova religião, explicando-a para os outros.

Compartilhe com seus amigos:

LINKS PATROCINADOS
Se você gostou destas informações compartilhe com seus amigos através do Orkut, Facebook, Twitter ou pelo E-mail utilizando umas das opções:

Comentários

  1. Paula says:

    Deixe para nois como esta sendo a china atualmente sem o budismo e quais são a chances deles voltarem a praticar este tpo de ceita pacã.

Deixe seus comentários